quinta-feira, 19 de maio de 2022

PAULO NÃO TEM MORAL PARA COBRAR NADA DE BOLSONARO, DISPARA ANDERSON

Pré-candidato do Partido Liberal (PL) ao Governo de Pernambuco, Anderson Ferreira reagiu de imediato ao governador Paulo Câmara (PSB), ao se referir à cobrança, feita pelo chefe do Executivo Estadual ao Governo Federal, em relação à não degradação do metrô e ao pedido de estadualização do sistema. Anderson fez questão de lembrar que o posicionamento do governador se deu no mesmo dia em que o Ministério da Infraestrutura liberou R$ 55 milhões para a recuperação da pista do aeroporto da Ilha de Fernando de Noronha. “Para quem recebeu ajuda do Governo Federal e vacinas para enfrentar a pandemia, caberia, sim, agradecer”, disse o ex-gestor.

Anderson ainda criticou o sucateamento dos terminais integrados de passageiros e as condições de trabalho dos profissionais e dos ônibus que operam na Região Metropolitana. “Essa declaração do atual governador é somente mais uma dentre as tantas que são feitas na tentativa de encontrar um responsável”, acrescentou.

De acordo com o presidente estadual do PL, há 15 dias, a bancada do partido apresentou três projetos de lei na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), de grande impacto nos setores econômico e social “e, até o momento, não houve qualquer tipo de manifestação por parte de Paulo Câmara quanto às matérias”.

“Paulo Câmara não tem que fazer cobranças a Bolsonaro, mas, sim, prestar esclarecimentos ao povo de Pernambuco”, declarou o pré-candidato

A VISITA DE MARIA E DELEGADO ROSSINE A SALOÁ E PARANATAMA

Maria Arraes visitou Saloá e Paranatama nesta quarta-feira (18)
A pré-candidata a deputada federal, Maria Arraes, visitou o Agreste Meridional nesta quarta-feira. Em Saloá, a advogada esteve na feira livre, no mercado de carne e no comércio do município, acompanhada do Delegado Rossine, pré candidato a Deputado Estadual. 

Durante todo o percurso, moradores e comerciantes lembraram do legado de Miguel Arraes, avô de Maria. "Arraes botou luz no sítio onde eu moro, nunca vou esquecer disso", disse dona Eliete, vendedora de frutas. Marília Arraes, pré-candidata ao Governo de Pernambuco e irmã de Maria, também foi lembrada. "Vou votar na sua irmã com gosto de gás", festejou José Gilson. 
No período da tarde, Maria Arraes concedeu entrevista à Rádio Paranatama FM e, em seguida, encontrou lideranças políticas e empresariais da cidade. O delegado Rossine, ex-prefeito de Lajedo e pré-candidato a deputado estadual, acompanhou a agenda.
Na volta de Saloa o Delegado Rossine e Maria Arraes gravaram um vídeo em que apontam as péssimas condições da estrada de acesso ao Município. Confira.

A VAGA DE VICE DE DANILO

Após a confirmação do nome de Teresa Leitão para a vaga do Senado, a Frente Popular trabalha agora para fechar a chapa de Danilo Cabral com a escolha do vice. 

A atual vice-governadora Luciana Santos sonha e trabalha para ser renovada no posto. O grande problema é que seriam duas vagas para a federação, além de fazer uma chapa muito à esquerda. Mesmo assim, há quem defenda que seja desse jeito, por conta da polarização e radicalização da eleição. 

Outros nomes são cotados, entre eles o deputado Tony Gel, como falamos na coluna de ontem. O deputado Silvio Costa Filho também tem seu nome lembrado nas hostes socialistas. Essa é uma construção que passará pelo crivo dos partidos que foram preteridos da vaga do Senado

EUDSON DENUNCIA PERSEGUIÇÃO POLITICA EM TROCA DE DIRETORES E ADJUNTOS DE ESCOLAS DE PALMERINA

O Ex-Prefeito de PALMERINA Eudson Catão procurou a redação do nosso blog, para denunciar uma perseguição política na troca de direção do EREM Regina Pacis, naquele municipio, ele afirmou que há perseguição política a não apoiadores do Governo Estadual. .

Segundo Eudson a Secretaria de Educação e Esportes demitiu o diretor Givaldo Paulo Barbosa e seu assistente que trabalhava na supervisão, José Nilton Ferreira, a pedido segundo diário oficial, e nomear Celso Evanderly da Silva Viana. Acontece que os funcionários em questão negam o pedido de exoneração dos seus cargos, e tinham grande aprovação de funcionários e alunos da instituição, e isso se deu por mera e completa perseguição política" declarou, complementando que até os critérios para seleção dos gestores mudou, pois antes eram escolhidos por seleção, agora não, a mero pedido e simpatia do pré-candidato a deputado apoiado pela gestora atual.

O ex- diretor ainda disse que começou uma perseguição dentro da Instituição de Ensino com a chegada da proximidade do período eleitoral. 

Tanto o Ex diretor como seu Ex Adjunto negam que tenham "pedido" exoneração conforme comunicado a população abaixo.

“É uma coisa assim hilária, que a gente pode falar, porque não sei como, que artimanha que usaram para entrar, mas eles estão coordenando, mas o que acontece é que, aos poucos, eles estão minando. Um exemplo: você é funcionário e é eleitor declarado de um adversário, aos poucos eles te tiram, exoneram sem justa causa mesmo”, denunciou.

Ainda assim, segundo o próprio Eudson eles dão uma justificativa de rodízio de gestão. “Agora eu não entendo como é o rodízio de gestão, porque exonera você hoje e amanhã já entra outra pessoa ligada a eles". Eudson diz que o PSB o procurou, mais não teve interesse algum, pois já milita ao lado de Marília Arraes, desde 2018 já andava com ela como pré candidatura a Governadora no Agreste, a muito tempo, e enxerga a mudança para Pernambuco voltar ao eixo.

Segundo ele, a intenção é prejudicar o trabalho exercido com excelência no EREM.

"O PSB cada dia muda para pior. Antes os diretores das escolas estaduais eram escolhidos por seleção, chegando as eleições muda tudo para nos perseguir. Não vamos nos dobrar, vamos lutar ao lado da nossa futura governadora Marília Arraes e do nosso senador Andre de Paula todos JUNTOS POR PERNAMBUCO. finalizou Eudson.

Abaixo vídeo do ex Adjunto.


MARÍLIA ARRAES LIDERA A CORRIDA ESTADUAL MESMO SE O APOIO DE LULA FOSSE EXCLUSIVO DE DANILO CABRAL.


BOMBA- Jamildo Melo trouxe uma informação exclusiva e bombástica para os bastidores da política pernambucana: No seu blog hoje ele afirma que mesmo com apoio exclusivo de Lula, Danilo Cabral fica longe de Marília Arraes, diz pesquisa. 
PESQUISA INTERNA - A Pesquisa eleitoral foi feita para avaliação interna da Frente Popular de Pernambuco e testa Danilo Cabral, Marília Arraes e a influência de Lula. Trata-se de uma pesquisa para avaliação interna foi realizada nos últimos dias em Pernambuco. O levantamento, obtido com exclusividade pela coluna, mostra que mesmo com apoio expresso de Lula (PT), Danilo Cabral (PSB) fica longe de Marília Arraes (SD).
Pré-candidatos ao Governo de Pernambuco, Danilo Cabral e Marília Arraes brigam pela associação a Lula, que no estado lidera a pesquisa de intenção de voto para Presidência da República. O vínculo ao petista é considerado essencial para a eleição do candidato escolhido pelo governador Paulo Câmara.
O levantamento, porém, indica que mesmo com o apoio expresso de Lula, Danilo Cabral ainda fica com pouco mais da metade da intenção de voto de Marília Arraes. Ela, por sua vez, quando apoiada expressivamente pelo ex-presidente, chega a quase metade da intenção de voto geral para o primeiro turno.
AFIRMA JAMILDO - “De acordo com a pesquisa aliancista, o apoio expresso e exclusivo de Lula só garantiria a Danilo Cabral, neste momento, a presença no segundo turno. Sem ele, o socialista fica na parte de baixo do ranking e Raquel Lyra (PSDB) disputaria o Governo de Pernambuco com Marília Arraes”, colocou. 
SITUAÇÃO DIFÍCIL- Caso Lula apoiasse tanto a pré-candidata do Solidariedade quanto o pré-candidato do PSB, a situação ficaria mais favorável à ex-petista e o socialista continuaria longe do segundo turno. A pesquisa foi realizada por um conhecido instituto e, para ajudar o PSB a direcionar sua campanha, aplicou um questionário com 100 itens entre os dias 08 e 11 de maio de 2022. Ao todo, foram 2.065 entrevistas.

Na Lupa 🔍 Quinta 19/05/22, Blog do Edney

BLOG DO EDNEY 

NA LUPA


ONDE ESTÁ GERALDO JÚLIO ? UMA PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR NO MEIO POLÍTICO 

O papel do ex-prefeito do Recife e secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Julio, na campanha do pré-candidato a governador de Pernambuco, o deputado federal Danilo Cabral(PSB) ainda é um mistério para a Frente Popular de Pernambuco. Desde que ele desistiu de ser candidato natural  do PSB nas eleições de 2022, que vive recluso e discreto. Geraldo Júlio não é visto em público é muito menos ao lado de Danilo Cabral. A Coluna NA LUPA de hoje analisa esse cenário e o prejuízo dessa ausência na campanha socialistas. Vamos lá: 
CHÁ DE SUMIÇO- ex-prefeito desde que deixou a prefeitura já vinha adotando uma discrição alta chegando a  evitar grandes aparições e holofotes. Diante desse impasse os aliados de Geraldo Júlio não sabem se ele está atuando nos bastidores ou de Geraldo poderá ficar de fato ausente na campanha de Danilo Cabral. Geraldo foi decisivo para ajudar a eleger e reeleger o governador Paulo Câmara, em 2010 e em 2018, e sobretudo na eleição e do seu sucessor o atual prefeito do Recife João Campos, em 2020.
PERFIL- Geraldo Júlio de Mello Filho, nasceu na cidade do Recife, capital do estado brasileiro de Pernambuco, em 17 de março de 1971, filho do arquiteto Geraldo Júlio Mattos de Mello e de dona Maria Ângela de Abreu e Lima Mello. É neto paterno de Júlio Fernandino de Barros Mello e Maria Dulce Mattos de Mello e por parte materna de Ângelo de Abreu e Lima e Maria Cândida Ziegler de Abreu e Lima. Casado com a médica Cristina de Paula Quirino Mello desde 1998, é pai de três filhos. É auditor concursado do Tribunal de Contas do Estado desde 1992.
MÁQUINA DE MOER- Uma importante fonte lingada aos socialistas comentam que no PSB é grande a surpresa pelo distanciamento que Geraldo Júlio vem mantendo da campanha de Danilo Cabral (PSB). Alguns relatam que existe uma mágoa grande do ex-prefeito do Recife talvez gerada pela falta de defesa de sua pessoa diante de algumas operações policiais aqui ocorreram a cerca de aplicação dos recursos da pandemia. Porém diante da força e ga grande dimensão política que Geraldo Julio possui em Pernambuco e no país, com suas eleições vitoriosas desde que foi eleito prefeito do Recife em 2012, ele é de fato a maior liderança da “máquina de moer campanha do PSB”. Sem ele podem tirar o “cavalinho da chuva”, que não vão pra lugar algum. 
FORTE NOS BASTIDORES- Possui graduação em Administração pela Universidade de Pernambuco (UPE) e pós-graduação em Administração Pública pela mesma universidade.
Atuou no terceiro mandato de Miguel Arraes a frente do governo de Pernambuco e, em 2000, foi diretor de planejamento na Secretaria de Administração da Prefeitura do Recife. Entre 2003 e 2006 atuou junto a Eduardo Campos no Ministério da Ciência e Tecnologia durante o primeiro governo de Lula. No governo de Eduardo Campos, assumiu a Secretaria de Planejamento de Pernambuco em 2007 e, quatro anos depois, foi secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e atuou como presidente do Porto de Suape.
PREFEITO- Nas eleições de 2012, foi candidato à prefeitura do Recife, pelo PSB, sendo eleito no 1º turno, com 51,15% dos votos válidos. Em uma pesquisa realizada no início de 2014, Geraldo Júlio foi o segundo prefeito mais bem avaliado do Brasil, ficando atrás apenas de ACM Neto.
REELEITO- Foi reeleito prefeito do Recife com 61,30% dos votos no segundo turno das eleições em 2016. No dia 23 de Julho de 2018, o Tribunal Regional Eleitoral em Pernambuco (TRE-PE) divulgou uma lista de responsáveis por contas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) desde 2009. A relação inclui os nomes de 1,4 mil gestores públicos no estado que tiveram as contas rejeitadas no exercício de cargos ou funções públicas pelo TCE. O então Prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB), teve rejeitadas as contas do período em que presidia o Porto de Suape, em Ipojuca, no Litoral Sul do estado. A deliberação ocorreu no dia 29 de agosto de 2017. 

O QUE ACONTECEU COM O PREFEITO DO RECIFE POR DOIS MANDATOS QUE NÃO ESTÁ NA CAMPANHA DE DANILO ?


CARGA EM JOÃO CAMPOS- Na Eleição municipal de Recife em 2020, apoiou o deputado federal João Campos como seu sucessor, sendo ele eleito no segundo turno. Com a sua saída da prefeitura, Geraldo Júlio foi nomeado novamente Secretário do Desenvolvimento Econômico. Ele foi cotado para ser o candidato do PSB para Governador de Pernambuco em 2022, para ser sucessor de Paulo Câmara, porém declinou do convite desde o primeiro momento. Deixou muito claro que não aceitaria disputar o governo de Pernambuco. No último dia do prazo o Governador Paulo Câmara e o secretário de Desenvolvimento Econômico Geraldo Julio não se desincompatibilizaram dos seus cargos. Portanto Geraldo Júlio não pode não ser candidato nem se quisesse voltar atrás, coisa que deixou bem claro caro leitor, que não voltaria jamais. 
O MAIOR ARTICULADOR- Geraldo Julio tem o perfil por ser um grande articulador das campanhas de Paulo Câmara, dele mesmo e de João Campos, mais recentemente. É político nato embora seja considerado técnico, possui ampla experiência de gestão. Ele conhece o jogo de tudo no Recife e pode servir, principalmente, como um dos grandes articuladores na Região Metropolitana, até pela inserção forte que ele tem e pelo cesso tanto as pessoas como também aos políticos, vereadores e lideranças populares. Pelo fato de ter sido prefeito do Recife por longos oito anos não pode ficar à margem do processo como está atualmente. Como ele está desaparecido da campanha de Danilo Cabral onde deveria ser ele o coordenador geral da campanha, certamente já algo estranho no ar. A Coluna NA LUPA questiona o paradeiro de Geraldo Júlio por que sabemos que ele é peça fundamental no xadrez político do PSB. 

FRENTE POPULAR TROCA GERALDO JÚLIO POR JOÃO CAMPOS QUE FAZ ARRASTÃO NO RECIFE AO LADO DE DANILO

NOVO COORDENADOR- João Campos foi eleito prefeito do Recife no segundo turno com 447.913 votos em 2020, e a sua participação na campanha é estratégica para o deputado federal Danilo Cabral (PSB). Ao assumir a coordenação da campanha da Frente Popular em toda a Região Metropolitana do Recife ele afasta automaticamente Geraldo Júlio, pois não pode haver dois coordenadores fazendo a mesma coisa que em tribo de “pouco índio” e muito cacique, nada anda. João cumprirá uma série de agendas junto de Danilo Cabral. Eles estiveram juntos na entrega de títulos de propriedade no Habitacional Naná Vasconcelos, na Linha do Tiro e Joao Campos mobilizou a “a máquina de moer” lotando o evento e fazendo arrastão de gente com o candidato da Frente Popular de Pernambuco no meio acenando com a mão. João botou pra moer. E vem muito mais por aí. 
TÍTULOS  DE POSSE - Na entrega dos documentos fundiários aos moradores. Ação  que sempre uma das mais bandeiras do PSB e faz parte dos temas do partido desde os mandatos dos ex-governadores Miguel Arraes e Eduardo Campos, que sempre fizeram legalização de pose de casas e terrenos para a pobreza. João Campos(PSB), filho de Eduardo Campos e bisneto de Miguel Arraes, carrega uma história importante e a sua presença ma campanha traz um simbolismo grande para Danilo Cabral. Porém resta saber se essa retirada de campo de Geraldo Júlio(PSB) tem a ver com a abertura clara pra que o protagonismo fique nas mãos do filho de Eduardo Campos. Aqui NA LUPA, achamos que Geraldo Júlio possui muita experiência pra ser escanteado do jogo dessa forma. É isso aí.


PERNAMBUCO VOLTA A SER O ESTADO MAIS VIOLENTO DO BRASIL E MIGUEL PEDE REAÇÃO DO GOVERNO

Pernambuco volta a ser estado mais violento do Brasil e Miguel Coelho cobra reação do Governo do Estado
Pernambuco é o estado com a maior taxa de crimes violentos do país. São 10 mortes por cada 100 mil habitantes, com aumento de 2,4 casos entre janeiro de março de 2022 em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados são do Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo e do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. 

Em número absoluto de vítimas, Pernambuco aparece em 2º lugar nacional, com 963 mortes, atrás apenas da Bahia, que registrou 1.326 no primeiro trimestre do ano. O aumento da violência em Pernambuco está na contramão do cenário nacional. Enquanto o Brasil registrou queda de 6% no número de assassinatos, o estado teve aumento de 16,3%.

Os dados foram apontados pelo pré-candidato a governador Miguel Coelho como uma clara evidência da crise de segurança em Pernambuco. Durante um encontro, nesta quarta-feira (18), com representantes do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), o político sertanejo disse que o Governo do Estado precisa reagir e dar condições de trabalho para as forças de segurança conterem a onda de criminalidade.

“Tenho dito que o Pacto pela Vida faliu, que precisamos atualizar a forma de combater a violência. O crime evoluiu e não são dadas as condições adequadas para a polícia enfrentar os bandidos. O resultado está aí, Pernambuco volta a ser o estado mais violento. O PSB perdeu completamente as condições de conduzir essa renovação, falta liderança. Precisamos reagir, e para isso é necessária uma grande mudança nos rumos de Pernambuco”, afirmou o pré-candidato a governador do União Brasil.

Fotos: Jonas Santos

FERNANDO RODOLFO SERÁ O RELATOR DA PEC DOS CRIMES INAFIANÇÁVEIS

O deputado federal Fernando Rodolfo (PL) foi designado relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 75/2019, que torna imprescritíveis e inafiançáveis os crimes de estupro e de feminicídio. A matéria será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados, e caso aprovada pelo colegiado, será submetida a duas votações no Plenário da Casa.

A PEC propõe que os suspeitos desses crimes possam ser investigados a qualquer momento, independente da data em que foram cometidos. Hoje, a prescrição é de 20 anos. Também proíbe o pagamento de fiança para que o acusado conquiste a liberdade condicional. O texto já foi aprovado em duas votações pelo Senado Federal e aguarda a tramitação na Câmara dos Deputados.

“Em toda minha trajetória, como jornalista e agora como deputado, sempre combati aqueles que cometem esses crimes bárbaros. Essa é uma iniciativa importante e muito oportuna para que continuemos trabalhando para botar esses criminosos na cadeia, com penas mais duras e coloca-los à distância da sociedade. Hoje, a nossa Constituição estabelece que os crimes de racismo e a ação de grupos armados contra o estado são imprescritíveis e inafiançáveis, sujeitos a pena de reclusão. É uma boa hora para colocarmos essas condições também em outros crimes”, destacou Fernando Rodolfo.

PESQUISA MOSTRA MARILIA CONSOLIDADA NA DIANTEIRA E DANILO NA RABETA COM 2,6%

A segunda pesquisa do Instituto Múltipla com a corrida ao governo do Estado publicada pelo blog do Nill Junior mostra a Deputada Federal e pré-candidata do Solidariedade Marília Arraes liderando as intenções de voto. Ela tem 23,9% contra 13,9% da ex-prefeita de Caruaru Raquel Lyra (PSDB), 11% do ex-prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira e 5,6% do ex-prefeito de Petrolina, Miguel Coelho. O Deputado Federal e governista Danilo Cabral, do PSB, aparece com 2,6%.

Jones Manoel (PCB) aparece com 0,4%. Brancos e nulos são 13,5%. Não opinaram, 10,2%. Indecisos são 18,9%.

A única comparação que pode ser feita com a pesquisa de 23 de março é do impacto da candidatura de Marília junto às demais. A chegada dela o páreo fez Raquel Lyra cair de 25,6% para 13,9% (menos 11,7%), Miguel, também influenciado pela identificação do voto bolsonarista com Anderson, caiu de 10,9% para 5,6% (menos 5,3%) e Danilo de 5,9% para 2,6% (menos 3,3%). À exceção de Marília, Anderson Ferreira foi o único que cresceu, de 9,2% para 11%, evolução positiva de 1,8%, registre-se, dentro da margem de erro.

O Múltipla aferiu também os maiores percentuais dos pré-candidatos com apoios por sexo, idade, escolaridade, renda domiciliar, religião, perfil do município, área de coleta, mesorregião e região de desenvolvimento

Marília Arraes tem maiores percentuais no público feminino (25%), de 45 a 59 anos (28,5%), até ensino fundamental completo (25,1%), com mais de cinco salários mínimos (33,3%), católicos (26,4%), população de 50 a 100 mil habitantes (25,9%), áreas urbanas (24,3%), Região Metropolitana (28,6%) e capital (35,3%).

Do percentual de Raquel Lyra, ela tem mais força entre eleitorado feminino (14,4%), na faixa etária de 16 a 24 anos (22,5%), ensino superior (16,3%), quem ganha entre 2 e 5 salários mínimos (14,7%), católicos (14,8%), população até 50 mil habitantes (17,3%), área rural (17,4%), Agreste (32,2%) e Agreste Central  (41,5%).

Anderson Ferreira tem prevalência do seu percentual no público masculino (12,5%), de 25 a 34 anos (12,5%), Ensino Superior (16,3%), mais de 5 salários mínimos (19,6%), comunidade evangélica e neopetencostal (27,3%), cidades acima de 100 mil habitantes (23,8%), área urbana (13%), Região Metropolitana e Recife (28,8%) e  Região Metropolitana sem Recife (24,4%).

Já Miguel Coelho tem a maioria de seu eleitorado no público masculino (6,5%), entre 35 a 44 anos (10,7%), Ensino Médio (6,6%), com dois a cinco salários mínimos (11%), católicos (7,6%), acima de 100 mil habitantes (6,5%), área rural (8,4%), Sertão (23,6%) e Sertão do São Francisco/Itaparica com 40%.  

Nestes cenários, Danilo Cabral tem seu maior percentual no público feminino (2,8%), na faixa etária de 16 a 24  anos (3,3%), com ensino superior (6,5%), que ganham mais de cinco salários mínimos (5,9%), católicos (3,3%), em cidades com até 50 mil habitantes (3,7%), de áreas urbanas (2,7%), do Sertão (4,9%) e do Sertão de Moxotó/Pajeú (8,9%).

Na pesquisa espontânea, sem a oferta de opções para o eleitor, Anderson tem 4,6%, seguido de Marília Arraes, com 4,4%. Raquel Lyra tem 2,9% e Miguel Coelho, 2,3%. Danilo Cabral aparece com 1,3%. Outro(a) com 1,4%. Como costuma acontecer nesse cenário, é alto o número dos que dizem votar branco ou nulo (11,6%),  indecisos (39,5%) e os que não opinaram, em 32%.

Dados da pesquisa: A pesquisa foi registrada no TSE sob os números PE 00386/2022 e BR 05529/2022.  Os números foram coletados entre 09 a 13 de maio.

A amostra é composta por 800 entrevistas aplicadas na população que tenha título de eleitor, more e vote no estado de Pernambuco e distribuídas da seguinte forma: Região Metropolitana (42,0%), Zona da Mata (14,8%), Agreste (25,2%) e Sertão (18,0%). O intervalo de confiança estimado é de 95% para uma margem de erro para mais ou para menos de 3,5%. Do Nill Junior

DELEGADO ROSSINE E MARIA ARRAES VISITAM O COMERCIO E A FEIRA DE SALOÁ


 
COMÉRCIO - O Delegado Rossine visitou o comércio de Saloá junto com a  pré-candidata a deputada federal Maria Arraes que esteve na manhã desta quarta-feira andando na feira da cidade. Ela é neta de Miguel Arraes de Alencar e foi recebida ao lado de Delegado Rossine com muito entusiasmo carinho e amizade pelo povo da cidade de Saloá. Feirantes comerciantes e populares em geral cumprimentavam entusiasmados Maria Arraes acompanhada de Keno Ben-tivi  e o do seu grupo político que também apoia o Delegado Rossini numa dobradinha que tem tudo para ser majoritária no município de Saloá. A andança começou cedo e atraiu a atenção de muitas pessoas que queriam conhecer Maria, que agora disputa uma vaga na Câmara Federal e está em pré-campanha para deputada federal, devendo ficar, segundo a previsão de analistas entre as mais votadas na eleição deste ano. Delegado Rossine já é muito conhecido e querido de grande parte da população do município vizinho e no comércio fez várias amizades com empresários, trabalhadores e comerciantes. 
KENO BEMTIVI- O empresário Keno BEMTIVI é bastante articulado e já montou um grupo grande em Saloá com vistas as eleições deste ano e também já monta uma estrutura partidária para s eleições de 2024. A ideia é buscar serem majoritários na cidade. Os nomes escolhidos possuem lastros e são fáceis de ser apresentados ao eleitor. 
FALA KENO BEMTIVI:
“Nosso grupo está fechado Com o Delegado Rossine  para deputado estadual e com a neta de Miguel Arraes de Alencar para deputada federal. Nós teremos a verdadeira mudança para a cidade de Saloá e encontramos nos nomes que estamos apresentando as pessoas, qualidades ideais para tocar o nosso projeto em benefício da coletividade sempre para frente. No dia de hoje fomos recebidos com muita alegria pelo povo soloaense, tanto na feira livre como no comércio e ainda tivemos a oportunidade de fazermos um breve porta a porta de apresentação inicial da nossa futura da deputada estadual Marília Arraes ao lado do nosso querido amigo Delegado Rossini futuro deputado estadual de Saloá”, finalizou Keno.
.

quarta-feira, 18 de maio de 2022

DELEGADO ROSSINE E MARIA ARRAES NA RÁDIO PARANATAMA FM NESTA QUARTA AO MEIO DIA

 

ENTREVISTA- Nesta quarta-feira ao meio-dia o delegado Rossini pré-candidato a deputado estadual vai estar na rádio Paranatama FM ao lado da pré candidata a deputada federal Maria Arraes(Solidariedade). A Entrevista é bastante esperada pela população do Agreste Meridional. Trata-se de outra neta do ex-governador Miguel Arraes de Alencar. Na ocasião os postulantes ao legislativo estadual e federal mostrarão a comunidade as suas propostas de atuação parlamentar no futuro mandato de deputado federal e estadual.   O Programa Sintonia Mix com a comunicadora Quitéria Barros está imperdível. Acesse a Paranatama FM e participe.

GUINADA DE LULA AO CENTRO E A DIREITA É UMA ESTRATÉGIA NACIONAL E O PSD DE ANDRÉ DE PAULA É IMPORTANTE PARA O PT



Engana-se quem pensa que em Pernambuco haverá uma reza cega a candidatura do deputado federal Danilo Cabral(PSB) pré-candidato ao governo pela chamada Frente Popular de Pernambuco. Luiz Inácio Lula da Silva(PT) não está pra brincadeira e sua junção com Geraldo Alckmin foi justamente uma sinalização deste aceno ao centro e a direita moderada respectivamente. Embora a chapa de Cabral tenha como postulante ao senado a deputada estadual Tereza Leitão(PT), o presidente Lula não vai disparar na direção de André de Paula, nem em sonho. Lula sabe que precisa de André de Paula e do seu partido a nível nacional, o PSD55. Portanto podem “tirar o cavalinho da chuva que a pancadaria não vai ter Lula como avalista.
 

ALCKMIN- O movimento que trouxe para a composição da chapa de Lula(PT) o ex-governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin(PSB) visa antes de qualquer coisa uma aproximação com a área dominada pelo centro e pela chamada direita moderada. Em nosso estado ninguém mais do que o próprio deputado federal André de Paula, representa esse seguimento. Numa analogia mais ampla entendemos que a líder nas pesquisas de opinião deu um passo certo no tabuleiro ao fechar a chapa majoritária com André na oposição do Senado.

LULA QUER O PSD- Para você ter uma ideia caro leitor da importância do partido de André de Paula para Lula(PT), ele negocia a retirada de candidatura do PT ao Senado em Minas Gerais para tentar atrair o apoio do PSD a sua candidatura. PT e PSD negociam a retirada da pré-candidatura ao Senado do deputado Reginaldo Lopes em Minas Gerais para destravar um dos obstáculos que impedem uma aliança nacional entre as duas legendas ainda no primeiro turno das eleições. Em troca dessa desistência, o PSD ofereceu ao PT a possibilidade de indicar o vice da chapa do ex-prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil. Dessa maneira caro leitor o PT vai indicar o vice-governador da chapa do PSD de André de Paula ao governo mineiro. Como você pode crer, Lula e o PSD55 de André de Paula tem muito mais afinidade do que parece. É bronca para Danilo Cabral(PSB) em Pernambuco. Mais uma

PSD PERNAMBUCO- Em nosso estado o PSD fechou a parceria com o Solidariedade de Marília Arraes pré-candidata a governadora e lançou o deputado federal André de Paula(PSD) ao senado em coligação com Marília Arraes. André deixou bastante claro que vota e pede voto para Lula(PT). Desse modo e por todas as explicações acima aqui tá igual a propaganda veiculado na TV nos anos 80 do “shampoo Denorex”, aquele que parece mas não é. Então Danilo Cabral parece ser o candidato exclusivo de Lula(PT) mas não é e nem poderia ser. Lula não pode nem quer e nem vai se indispor nem com Marília e muito mesmos com André de Paula, pois ambos representam o Solidariedade 77 e o PSD 55, ferramentas partidárias imprescindíveis pra a vitória de Lula e para a futura governabilidade, inclusive para tentar vencer e liquidar o jogo logo no 1º turno.

O DISCURSO
- Nenhum postulante possui a experiência de Lula em campanhas presidenciais. O que poderia se aproximar assim mesmo bastante longe seria o Ciro Gomes, porém nunca conseguiu montar aliança forte como sempre e estrategicamente o ex-torneiro mecânico montou ao longo de suas campanhas vitoriosas é por isso que Lula declarou textualmente que precisa de uma aliança não apenas na esquerda. Reiterou que não procura uma “aliança ideológica apenas para ganhar as eleições”, mas que pretende “construir um conjunto de alianças com forças políticas para fazer a transformação de que precisamos no Brasil”.

JOGANDO O JOGO - a Ideia de ampliar a base para além do voto da esquerda tem como principal carro-chefe a presença do ex-tucano Geraldo Alckmin na chapa. O carro-chefe dessa estratégia de ampliar o voto para além da esquerda é Geraldo Alckmin, ex-tucano hoje filiado ao PSB que será candidato à vice-presidência pela chapa. Antigo adversário de Lula, o ex-governador, de perfil conservador, começou uma aproximação com o petista no fim do primeiro semestre de 2021, um lance que inicialmente provocou incredulidade entre observadores políticos.


EM PERNAMBUCO PARECE QUE MARILIA ARRAES ESTÁ FAZENDO O DEVER DE CASA SEGUINDO A ESTRATÉGIA LULISTA


A chapa fechada pela deputada federal Marília Arraes é uma reprodução da chapa de Lula(PT) a nível nacional. Vários interlocutores ligados a cúpula petista passaram a enxergar um
viés completamente estratégico na consolidação do nome da deputada do Solidariedade na sua montagem de chapa para o governo e o Senado em Pernambuco. Há de fato uma estratégia visível que está sendo seguida à risca por Marília e o seu conjunto de comando de campanha. Cada passo e ato está milimetricamente calculado. “Não existe acaso o acaso não existe”, muitas vezes ouvimos essa frase e nem sempre as pessoas dão atenção a mesma, porém para os analistas políticos de plantão que conversam diariamente com este colunista, uma coisa está evidente: “na pré-campanha e na montagem da chapa e nos passos da neta de Miguel Arraes de Alencar não existe acasos. Tudo ali é calculado, planejado, pensado e executado seguindo uma estratégia profissional de muitas mãos. Marília até agora não cometeu um simples erro na condição de pré-candidata ao governo do estado.

A FRENTE POPULAR ESTÁ CONFUNDINDO 2018, 2020 COM 2022 POIS O CALDO AGORA ENGROSSOU

Acostumados a ganhar por WxO o PSB anda meio perdido ( Este termo é bastante famoso por ser utilizado no mundo dos esportes. O WxO é a atribuição de uma vitória dada a determinada equipe ou competidor individual quando a equipe adversária está impossibilitada de competir ou quando não existem adversários).
 

MONTANDO CENÁRIOS - É latente a confusão na cabeça dos socialistas com o pleito que se avizinha. Em 2020 pintaram miséria na eleição com estratégia agressivas e montagem de “cenários” para atrair o voto psicológico do eleitor. Um prefeito em reserva ao blog disse que na eleição de 2020 mandava todos os dias para Recife dois ônibus de gente com camisa amarela para panfletar nas ruas e semáforos do Recife só para ajudar a eleição de João Campos, esse mesmo prefeito revelou a coluna que diversos colegas de outros municípios também faziam o mesmo para dar a impressão de multidão nos eventos do PSB na capital. A fonte revelou ainda que os militantes não eram pagos, vinham espontâneos, porém trajando camisas amarelas se misturavam no meio dos recifenses, embora ninguém possuísse título de eleitor da capital. Era sem dúvida um cenário teatral montado.
 

MONTANDO CENÁRIOS 2- Desta vez o mesmo prefeito em reserva ao blog decantou que não mandará ninguém pra canto nenhum e que ele mesmo não votará mais na Frente Popular, pois apesar de ter “colaborado” nunca recebeu sequer um “obrigado” de ninguém e até hoje não foi recebido no Palácio do Campo das Princesas pra nada, não por falta de tentativa, mas sim porque não deram atenção nem a ele, nem aos demais que ele conhece de perto. É isso aí

MORADIA LEGAL / PREFEITURA DE GARANHUNS/TJPE e UFPE PROMOVEM ETAPA INICIAL DE ENTREGA DOS TÍTULOS DE POSSE DE MORADIA A POPULAÇÃO

 


POSSE DA CASA- No total serão 95 famílias beneficiadas com a ação deste programa este mês. A Prefeitura de Garanhuns, através da Secretaria de Planejamento, Gestão e Desenvolvimento Econômico, e da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, realizou, na tarde desta terça-feira (17), a entrega de 14 títulos de regularização fundiária, oriundas dos projetos Minha Casa Legal e Moradia Legal a moradores do Jardim Petrópolis. As entregas aconteceram no Palácio Celso Galvão e contou com a participação do prefeito Sivaldo Albino, em solenidade online presidida pelo presidente do TJPE, Desembargador Luiz Carlos Figueiredo. 

ENTIDADES- A cerimônia contou ainda com a participação via remota de membros do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE); reitor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), prof. Alfredo Gomes; presidente da AMUPE e prefeita de Surubim, Ana Célia; titular do Cartório de Imóveis de Garanhuns, Dra. Paula Parente; e também parceiros deste programa em outros municípios.

FAMÍLIAS- Ao todo 95 famílias serão beneficiadas com estes títulos de regularização fundiária nesta primeira etapa, tendo assim a garantia legal das suas propriedades de seus respectivos imóveis. Uma das moradoras beneficiadas neste programa, Michele Ferreira, disse estar orgulhosa da gestão municipal e sentiu de perto a emoção em receber a escritura de seu imóvel. "É algo muito grandioso pra gente, receber esta escritura, comprovando assim que oficialmente somos proprietários da casa que vivemos com nossas famílias. É um dia que será eternamente lembrado por todos da comunidade, saímos daqui com um sentimento de vitória". - disse a moradora. 

500 ESCRITURAS - Na sexta-feira (27) o prefeito Sivaldo Albino visita a comunidade do Jardim Petrópolis para realizar o restante das entregas das escrituras. A previsão é que em breve cerca de 500 escrituras sejam entregues no município, chegando a duas mil no total do programa Minha Casa Legal, inclusive chegando à comunidade da Massaranduba.
Segundo o prefeito Sivaldo Albino, o programa mostra a importância de cuidar das pessoas:

FALA SIVALDO ALBINO:
“Vamos fazer com que parcerias como essa, que beneficiam a população, possam avançar cada vez mais, garantindo segurança e abrigo para todos. Realizando os sonhos de tantas pessoas." - Pontuou o prefeito, que aproveitou para registrar o trabalho do líder comunitário Antônio dos Sem-teto, que se empenhou junto ao governo e população para a realização deste sonho.

PAVIMENTAÇÃO- Ainda durante a solenidade foi anunciado o projeto de pavimentação de vias públicas do bairro Jardim Petrópolis, como as ruas: Mario Quintana, Rua das Emboabas e Rua Projetada 1.
PRESENÇAS- Também participaram da solenidade a Secretária de Assistência Social, Eliane Madeira, Secretário de Planejamento, Gestão e Desenvolvimento Econômico, Alexandre Marinho, Secretário de Governo, Gedecio Barros e o Secretário de Comunicação Social, Ronaldo César.
Texto: Filipe Ferreira 
Fotos: Thomas Ravelly

MARÍLIA ACERTA AO COMPOR COM ANDRÉ DE PAULA



RESULTADOS POSITIVOS- Literalmente uma jogada certeira a composição de Marília e André como governador e senadora do grupo “Juntos por Pernambuco”. O deputado federal André de Paula tem recebido apoio do sertão ao cais na composição de sua candidatura junto com Marília Arraes. Ao unir duas siglas importantes no cenário nacional e ao deixar a porta aberta pra outras do porte do AVANTE de Sebastião Oliveira e do PP de Eduardo da Fonte houve uma junção certeira que atende a vários objetivos, mas que fortalece o conjunto geral ao disponibilizar para o eleitor políticos de carreira limpa e de muitos serviços prestados a Pernambuco e ao país. Em modo acelerado ambos recebem apoio espontâneos de dezenas de municípios pernambucanos, num “verdadeiro rolo compressor”, porém natural e grátis.
 

FONTE- É a continuidade de um projeto que começou a dar certo desde o primeiro momento e que de lá para cá não tem feito outra coisa que não seja crescer. Ao ser preterido pela Frente Popular de Pernambuco, André de Paula, experiente e sagaz deu o giro de 360° graus e atracou sua candidatura num Porto Seguro: Marília Arraes. Agora colhe frutos de forma suprapartidária. Um socialista de dentro do palácio disse a este colunista que “nunca viu um passo tão errado na vida nos últimos 16 anos como esse descarte que o PSB fez com André, Sebastião e Eduardo da Fonte”, e completou “isso vai custar muito caro ao nosso partido e sinceramente não tenho esperança de reversão desse quadro não” completou. Ainda disse que vai lutar até a última hora porque tem compromisso com o PSB, mas que sabe que será perdido