quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024

Na Lupa Quarta 28/02/24, Blog do Edney

BLOG DO EDNEY
NA LUPA ūüĒé 


Por Edney Souto


HUMBERTO VICE DE JO√ÉO, ALGUNS ARGUMENTOS NA FRENTE POPULAR √Č QUE TODOS GANHARIAM

Ap√≥s a recente visita do presidente Lula a Pernambuco, as articula√ß√Ķes pol√≠ticas entre o Partido Socialista Brasileiro (PSB) e o Partido dos Trabalhadores (PT) ganharam destaque, consolidando a perspectiva de uma alian√ßa para as elei√ß√Ķes de 2024. Tudo indica que os petistas caminhar√£o lado a lado com Jo√£o Campos na busca por seu segundo mandato como prefeito da capital pernambucana. No entanto, os planos v√£o al√©m do pleito municipal, com proje√ß√Ķes para o cen√°rio pol√≠tico de 2026.
ESPECULA√á√ēES - Especula√ß√Ķes surgem e estrat√©gias se desenham. E no que diz respeito √† escolha do vice para a chapa de Jo√£o Campos em 2024, o senador Humberto Costa, do PT, desponta como o nome mais promissor, superando Mozart Sales e a vereadora Liana Cirne, como vem sendo ventilado pela m√≠dia.
SACADA - A escolha de Humberto Costa para compor a chapa de João Campos não é apenas uma questão de estratégia política, mas sim uma sacada de João, que segue os ensinamentos do pai do prefeito, Eduardo Campos, que sabia como ninguém montar alianças políticas. Por que Humberto Costa? Primeiramente, a indicação de Humberto acalmaria o PT do Recife, ao mesmo tempo em que agradaria a Lula e a longo prazo ele sairia da disputa em 2026 pelo governo de Pernambuco.
POSSIBILIDADES - O poss√≠vel cen√°rio de reelei√ß√£o de Jo√£o Campos em 2024 levanta quest√Ķes sobre sua sucess√£o na prefeitura do Recife, j√° que, caso seja reeleito, ele teria que renunciar ao cargo em abril de 2026. Nesse contexto, surge a necessidade de uma escolha estrat√©gica para ocupar a vaga de vice-prefeito, algu√©m com densidade eleitoral e capaz de manter a coes√£o da Frente Popular.
SURGE HUMBERTO - Nos bastidores do PT, o nome do senador Humberto Costa desponta como a op√ß√£o mais vi√°vel para ocupar essa posi√ß√£o. Sua trajet√≥ria pol√≠tica e influ√™ncia dentro do partido o tornam uma escolha natural, capaz de unir as diferentes correntes internas e garantir estabilidade dentro da coaliz√£o partid√°ria. Al√©m disso, Humberto Costa possui o desejo pessoal de comandar a prefeitura do Recife, uma posi√ß√£o que j√° buscou em elei√ß√Ķes anteriores. Ao aceitar ser vice de Jo√£o Campos, ele realizaria esse sonho, trazendo de volta ao comando da capital pernambucana o Partido dos Trabalhadores, o que n√£o ocorre desde a gest√£o e Jo√£o da Costa. Essa uni√£o consolidaria a esquerda, com Lula engajado na disputa de Jo√£o Campos contra Raquel Lyra, e fortaleceria a posi√ß√£o dele.

BENEFICIANDO ALIADOS - A eventual vit√≥ria da chapa Jo√£o Campos/Humberto Costa em 2024 abriria caminho para uma constru√ß√£o s√≥lida visando as elei√ß√Ķes de 2026. Isso beneficiaria aliados pol√≠ticos de Jo√£o Campos, como o ministro Silvio Costa Filho e o ex-candidato a governador Miguel Coelho, que poderiam disputar as duas vagas no Senado. A aus√™ncia de Humberto Costa na disputa fortaleceria o Republicanos e o Uni√£o Brasil, proporcionando uma margem mais favor√°vel para seus candidatos.
MAIS ALIADOS BENEFICIADOS - Para Humberto Costa, essa seria uma oportunidade √ļnica de ocupar a prefeitura do Recife, ampliando sua base eleitoral e fortalecendo sua posi√ß√£o para uma poss√≠vel reelei√ß√£o em 2028. Enquanto isso, o Avante tamb√©m sairia beneficiado, herdando uma vaga no Senado com o deputado federal Waldemar Oliveira e abrindo espa√ßo para sua suplente, Cristiane Moneta, assumir uma cadeira na C√Ęmara dos Deputados.

VISÃO A LONGO PRAZO - Essa complexa equação política evidencia as intricadas estratégias e alianças que moldam o cenário político de Pernambuco, onde cada movimento é calculado visando não apenas o sucesso eleitoral imediato, mas também a consolidação de poder e influência a longo prazo.
AGUARDAR - Diante desses aspectos, √© evidente que a escolha de Humberto Costa como vice de Jo√£o Campos em 2024 n√£o apenas fortaleceria a chapa, mas tamb√©m traria benef√≠cios estrat√©gicos para varias partes envolvidas. Resta aguardar para ver como esses movimentos pol√≠ticos se desenrolar√£o e como essa poss√≠vel alian√ßa se concretizar√° rumo √†s elei√ß√Ķes. √Č isso a√≠!

Nenhum coment√°rio: